de de

Caixa de pássaros - Josh Malerman



"Não abra os olhos!" Gostei muito da ideia e do desenvolvimento dela no livro. A história passa super rápido e é muito difícil parar de ler.


  

  

  

 




de de

Atualização do projeto de escritora



Olá pessoal!! Hoje completa um ano da postagem sobre o projeto de escritora! A verdade é que eu não liguei muito para o projeto nestes últimos meses, mas me esforcei para finalmente começar a escrever.

Mas vamos rever as metas e em que pé elas estão:

1ª meta - ler mais!
Consegui! E vou continuar porque adoro ler.

2ª meta - escrever mais!
Então... Comecei a escrever o meu livro, mas não tenho certeza se estou escrevendo mais no geral

3ª meta - ler mais sobre como ler melhor.
Sim! A passos de formiga, mas sim.

4ª meta - ler mais sobre como escrever melhor.
Acho que mais devagar do que nunca, mas adotei um tutor literário, que talvez seja melhor do que apenas ler sobre como escrever melhor.

5ª meta - estudar literatura.
Não. Mas esse bimestre vou ter uma matéria sobre literatura brasileira e por isso vou estudar.

6ª meta - escrever uma história com mais de 10 páginas.
Não. Estou escrevendo o livro, mas ainda não está pronto.

7ª meta - terminar as histórias que já comecei.
Não. Preferi direcionar as minhas forças para o livro.

8ª meta - incentivar minha criatividade lendo coisas diferentes.
Sim. Leio muitas coisas diferentes.

9ª meta - fazer vídeos para não precisar escrever resenhas enooormes sobre o que li.
Comecei!! Já fiz vários vídeos e estou super feliz com isso.

10ª meta - pesquisar para escrever.
Já pesquisei algumas coisas, mas não foi preciso muita pesquisa, por enquanto.

Adendo às metas: Também queria estudar filosofia, então vou a uma discussão sobre livros do curso de filosofia. Talvez eu não vá entender nada, então vamos ver no que vai dar.
Não deu em nada, porque era sábado pela manhã e eu não gosto de acordar cedo nem no meio da semana, o que dizer no sábado!

Mais um adendo: Outra coisa que pretendo fazer é aprender inglês para falar, ler, ouvir e escrever fluentemente, mas acho que isso não tem muito a ver com o projeto de escritora...
Até comecei a estudar, mas é muita coisa para uma pessoa só. Por enquanto estou apenas tentando ler um livro em inglês e fazendo traduções muito lentas de um mangá.

Adendo, que não tem nada a ver com as metas: Tendo dito todas essas metas eu ainda fico na dúvida se ano que vem eu passo para um curso presencial ou continuo estudando à distância. Não estava me dando muito bem à distância, mas sair do trabalho todos os dias e ir direto para a faculdade (de novo) me dá um super desânimo. haUahUAhauahAUh
Tentei passar para o curso presencial, mas não deu nada certo e então resolvi (esse semestre) levar a sério a faculdade à distância. O que me ajudou também é que mudou a administração dessa última e a coisa melhorou muito por lá.

  

  

  

 




Metas para os próximos 12 meses?
Terminar de escrever o livro e continuar estudando.


de de

Preciso de um psicólogo



Faz tempo que eu queria ir a um psicólogo, mas precisava primeiro ser encaminhada por um clínico geral, e isso me travava. Talvez seja uma coisa comum entre todas as pessoas que nunca foram ao psicólogo, ou talvez seja um problema meu mesmo, mas bate aquela vergonha de pedir pro médico "comum" esse encaminhamento.

Estarei admitindo uma possível loucura, ou pior, admitindo que não consigo dar conta das minhas emoções sozinha, preciso de ajuda, não consigo lidar com minhas imperfeições.

Na contrapartida disso, já ouvi várias pessoas que fizeram terapia dizer que é uma coisa ótima.

O preconceito diz: "Para que ir num psicólogo se você pode conversar com os amigos?". Mas ninguém é obrigado a ficar ouvindo as minhas neuras né?! Desse jeito eu perco todos os amigos e não encontro solução para minhas crises.

Sem contar que o psicólogo estudou para ouvir as pessoas e entender o que elas estão passando. Não é fantástico?

Mas falando sobre o que me levou a querer um psicólogo, eu diria que a maior coisa é a minha insegurança e o meu desânimo.

Comecei esse ano tendo a forte sensação que seria um ano brilhante, incrível, cheio de realizações e coisas maravilhosas, mas com o passar dos dias as coisas não foram acontecendo como o previsto e cada dia mais eu me decepciono comigo mesma e a minha falta de "não sei o que" que me faz ser tão lenta para alcançar essas realizações.

O resultado dessa super expectativa não atendida é que fiquei mais insegura com tudo que eu faço e desanimada com o rumo das coisas.

Outro problema grave é a minha alta ansiedade e imediatismo, eu ODEIO ter que ficar esperando qualquer coisa ou pessoa, além do prazo já determinado. Então, quando aparecem os imprevistos eu fico quase maluca tentando resolver o mais rápido possível para não ter que esperar mais.

Claro que nem sempre dá certo e é exatamente o que está acontecendo neste começo de ano infeliz.

E o psicólogo entra nesta bagunça para me orientar e, eu espero, conseguir me tranquilizar. Então, quando eu conseguir, faço mais um post aqui para dizer como foi.


  

  

  

 





Atualização: não sei quando escrevi o texto acima, mas agora já estou na terceira sessão e mais para frente falarei sobre isso.


de de

Livro de marcar livros - Increasy Consultoria Literária



Mostrando esse livrinho lindo para você marcar os livros lidos, desejados, favoritos... Eventos, autores, listas, etc, etc. Muito legal para quem não consegue organizar suas leituras, apesar de parecer pequeno cabe muita coisa nele.




  

  

  

 




de de

Ovelha: Memórias de um pastor gay - Gustavo Magnani



Pessoal!! Falando sobre esse lançamento paranaense sensacional que eu espero que ainda dê muito "pano pra manga".

Foi difícil fazer a resenha, mas eu espero que vocês entendam.

O escritor, Gustavo Magnani, é o meu tutor literário e é de Guaíra-PR. Infelizmente, não posso dizer que todos gostarão do livro (como se algum livro agradasse a todos), porque ele toca em assuntos delicados que muitos poderão não entender (nem antes, nem após a leitura), mas assim mesmo recomendo fortemente.