de de

O nome do vento - Parte 2



Continuação:

A dedicatória na folha de rosto do livro dizia: “Para Sofia. Para sempre. Pedro.” Isso a fez rir, no entanto era muito instigante para ser ignorado. Sentou-se em uma mesa de leitura para observar melhor. À medida que olhava as figuras e pensava que já havia visto cenários semelhantes, sentiu uma inebriante sensação de conforto, e aos poucos foi esquecendo onde estava e o que fora fazer... Chegando assim ao local onde estava agora. Ainda não sabia como isso podia acontecer, porém, ali estava e precisava tomar alguma atitude.
Antes que pudesse levantar, um vento forte ergueu em rodopio todas as folhas caídas no chão da floresta e quando ela conseguiu se sentar e levantar, suas roupas mudaram novamente, dessa vez, eram as mesmas com as quais estava na biblioteca.

continua...


de de

Do que me adianta


Continuar assim,
pensando em você,
no seu cheiro, no seu beijo,
em sua pele...

Do que me adianta,
continuar a te ter no pensamento,
todos os bons momentos
tudo que fez de bom por mim,
por nós...

Do que me adianta,
se agora só me restam lembranças,
se continuo no escuro sozinha,
se o sentido da vida
cada vez se perde mais...

Do que me adianta,
ainda te amar,
me esforçando pra esquecer,
tentando convencer a mim mesma
que isso é obsessão passageira...

Do que me adianta,
deixar meu coração aqui,
escrevendo pra você...

O sentimento não se foi
e você não veio...

Então me diz:
Do que me adianta?



de de

Vai e volta

Confesso
Me larguei
Não aguentei
Fui embora

Não rezei
Não chorei
Não disse sim
Nem disse não

Virei as costas
Fui
Fugi
Fingi
Até que

Voltei
pra ti

=P